Comidinhas & Cia. · Cozinha

Palmito ao Creme Dourado

WP_20161030_15_53_28_Pro (2).jpgEsta é mais uma das minhas receitas preferidas.  É rápida, muito saborosa e a cor é maravilhosa!

O dourado do creme é obtido pela mistura do vermelho do urucum com o amarelo vivo da cúrcuma, e combina muito bem se acompanhado do branco do arroz (basmati, de preferência) e do verde de uma bela salada de folhas. A salada da foto tem ainda o vermelho dos tomates-cereja e um leve rosado e branco dos rabanetes.

Ingredientes
  • azeite
  • 4 col. chá de urucum
  • 3 col. chá cúrcuma
  • 1/2 a 1 col. chá de garam masala (opcional)
  • 2 cebolas médias cortada em pedaços grandes
  • 1/2 xíc. vinho branco seco (opcional)
  • 300g de palmito em conserva picado
  • 200g de cogumelos paris em conserva, inteiros ou cortados, dependendo do tamanho.
  • 2 col. sopa de farinha de arroz (ou amido de milho, ou farinha de trigo)
  • 1/2 xic. chá de água
  • 2 xic. chá de creme de leite fresco
  • sal
Modo de Preparo
  1. Em fogo brando, aqueça o azeite, junte o urucum, a cúrcuma e a garam masala. Acrescente a cebola e cozinhe até ficar macia e que a cor do urucum e da cúrcuma se “soltem” e a mistura cebola assuma uma coloração alaranjada.
  2. Junte o vinho branco, se for usar, e aqueça até reduzir à metade e evaporar o álcool.
  3. Acrescente os cogumelos e e o palmito. Misture bem para incorporar os temperos e a cor. Deixe em fogo baixo, com panela tampada, por cerca de 5 minutos. Se estiver muito seco e grudando no fundo junte um pouquinho de água.
  4. Dissolva a farinha de arroz na água e junte à mistura de palmito. Sempre mexendo, em fogo baixo, deixe engrossar.
  5. Acrescente o creme de leite, mantendo em fogo baixo tempo suficiente para aquecer. Não deixe ferver ou cozinhar. Tempere com sal a gosto.
Algumas observações para o sucesso da receita…
  • Eu sempre prefiro usar a raiz fresca da cúrcuma. Acho mais saborosa e a cor é bem mais viva. Se você tiver acesso apenas a cúrcuma seca em pó, procure usar uma de boa qualidade, comprada em algum empório de confiança. Quanto mais forte a cor, melhor. Em geral, a cúrcuma vendida em pó em saquinhos no supermercado são de um amarelo bem mais pálido. Há quem diga inclusive que não é cúrcuma pura, estando misturada com amido de milho. Não posso confirmar esta informação…
  • A cor do creme é resultado da mistura do vermelho do urucum e o amarelo da cúrcuma. Então, sempre haverá alguma variação de cor, dependendo da quantidade e qualidade das especiarias. Por isso, considere as medidas desta receitas apenas como um guia inicial. Você poderá alterar a seu gosto, tanto visual quanto do paladar.
  • É importante juntar o urucum e a cúrcuma ao óleo aquecido, para “soltar” a cor. O urucum, se adicionado ao final, já com o creme de leite, não vai soltar a cor, e o resultado será um creme com pintinhas vermelhas. Se for de seu gosto, fique a vontade!
  • É conveniente que a coloração da mistura de cebola, palmito e cogumelos fique bem forte, porque o creme de leite irá “clarear “ o molho.
  • Evite deixar a cebola dourar muito, caso contrário ela ficará “visível” e se destacará dos demais ingredientes no prato final.
  • Eu procuro deixar os pedaços da cebola, do palmito e dos cogumelos mais ou menos do mesmo tamanho. Eu prefiro cogumelos graúdos cortados em 4. Não uso cogumelos fatiados nesta receita.
  • A consistência do molho final vai depender muito da consistência do creme de leite. Algumas marcas são bem grossas, enquanto outras são mais ralas. Você deverá “calibrar” a consistência com a farinha de arroz. Por isso, aqui a quantidade de farinha de arroz e creme de leite são apenas um guia, e estão de acordo com o produto que eu utilizei. Em geral, eu deixo o engrossado de farinha ficar bem grosso e se necessário deixo para acrescentar mais água no final.
Para ser vegana…

Para uma variação vegana, você pode pensar em substituir o creme de leite por leite de coco ou creme de couve-flor, por exemplo.

Mas eu ainda não testei! Vou ficar devendo… Mas se você testar, por favor compartilhe sua experiência.

Acrescentando e substituindo…

Uma opção interessante é acrescentar outros legumes cozidos, cortados em cubos, como batata, chuchu, inhame, batata baroa.. Mas lembre-se que, se vc quiser manter o visual do prato, é importante usar legumes de cor pálida, branca ou amarelada. Também evite legumes que possam “desmanchar” como mandioca ou abobrinha.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s