Ayurveda

O Dosha Kapha,

kaphaEstava procurando uma palavra que pudesse dar uma ideia dos tipos kapha. Então pensei em “fofo”. Estranho? Pode ser. Claro que não é só isso, mas quando explicarmos melhor, talvez você até concorde…

Já sabemos que Vata é formado pelos elementos espaço e ar. O dosha Kapha, é, de certo modo, oposto a Vata. Kapha é formado pelos elementos terra e água.

Lembra que os elementos são a base de toda a matéria do universo e emprestam suas características a todas as coisas? Então o que água e terra nos fazem lembrar? Que tal características como pesado, úmido, frio, macio, escuro, estável?

Se é assim, o que podemos dizer das pessoas Kapha, com predominancia dos elementos terra e água?

  • tem boa estrutura óssea e muscular, sendo mais fácil ganhar peso do que perder.
  • apesar da boa estrutura física, seu andar é leve e suave. Locomovem-se lentamente, não gostam de correria. Seu lema: devagar e sempre…
  • tem boa resistência física e à doenças
  • a pele é macia, úmida, podendo ser um pouco oleosa, fria ao toque.
  • a pele é espessa, ao contrátio da pele fina de Vata, por isso é difícil ver tendões e veias, e as articulações são bem protegidas e lubrificadas.
  • não se adaptam muito bem a climas úmidos e frios. Melhor seria o clima seco e quente.
  • são estáveis. Nos sentimentos, emoções e nas atitudes do dia-a-dia.
  • são persistentes e terminam tudo que começam.
  • tem ótima memória. Podem demorar a aprender coisas novas, mas depois que aprendem, não esquecem mais.
  • são bons amigos, são amorosos, afetuosos e sabem guardar um segredo.
  • aliás, gostam de guardar tudo! Adoram colecionar! Temos uma brincaderira que diz: “Se o armário de um Kapha está cheio, ele compra outro armário maior!” Detestam jogar coisas fora.
  • daí pode vir um lado negativo: guardam também as emoções ruins, podem se tornar possessivos e manipular as pessoas usando chantagem emocional.
  • não possuem um apetite forte, e sua digestão é lenta. Portanto, em equilíbrio, os tipos Kapha não comem muito. Então porque tem tanto tecido ósseo, muscular e gorduroso? Bem, lembra que eles guardam tudo? Não dá para disperdiçar nada da comida, certo? Com sua digestão mais lenta, podemos dizer que ele aproveita ao máximo o alimento ingerido.

Neste ponto você pode estar pensando: “ah! então kapha são os gordinhos…”

Você não está completamente errado. As pessoas acima do peso, em geral, estão com excesso de kapha.

Mas o tipo kapha NÃO tem que ser sempre o gordinho! Eles tem uma estrutura corporal mais robusta, sim, mas isso não significa gordura e não é algo necessariamente ruim. Há características fantásticas, prórpias dos tipos kapha, e que não encontramos nos outros tipos: sua resistência física, sua amorosidade, sua estabilidade.

É muito importante entender que o tipo Kapha nunca será magro como Vata. Se assim o for, certamente ficará doente, pois estará em desequilíbrio com a sua natureza.

É um pouco difícil ser kapha no mundo de hoje, porque a sociedade nos cobra sermos magros, esqueléticos. É elegante(?), saudável(?). Como resultado, os tipos kapha acabam por tentar atingir um padrão oposto a sua natureza. Isto não só é muito difícil (e aí é fácil ceder ao apelo de medicamentos e dietas loucas), como pode trazer dados graves à saúde. Não raro são os casos de adolescentes que sofrem de anorexia, que, aliás, é um distrúrbio associado a vata.

Uma das coisas que me encanta no Ayurveda é a possibilidade de me conhecer melhor, enterder como meu corpo, minha mente e minhas emoções funcionam. Entender e respeitar a minha natureza. Pois há beleza em tudo: no vata magrinho, no kapha não tão magrinho, no pitta carequinha… Confício já disse: ” A beleza está em tudo, mas nem todos a veem.” Talvez o Ayurveda nos ajude nessa empreitada!

Bem, depois desse desvio (coisas de vata!), vamos voltar aos tipos Kapha e as doenças associadas ao excesso dos elementos terra e água. Segundo a literatura clássica, são relacionadas apenas 20 doenças ao desequilíbrio de kapha. Mas são doenças de maior gravidade e cujo controle e cura é mais difícil. Estabilidade… Lembra?

Alguns distúrbios de Kapha:

  • problemas respiratórios, com formação de muco, como resfriados, asma, bronquite, sinusite
  • obesidade
  • diabetes
  • edemas e sensação de peso
  • depressão, letargia, excesso de sono
  • apego, ganância e materialismo

Como manter o equilíbrio da energia Kapha e evitar doenças? Como já dissemos para Vata: através de uma rotina diária e de uma dieta adequadas à corntituição kapha.

Lembrando do princípio “igual aumenta igual” e que algumas das características de kapha são o frio, o peso, a umidade e a estabilidade, devemos priorizar situações e alimentos com características opostas: quente, leve, móvel e seco.

Então…

  • Que tal evitar ir para lugares frios e úmidos, espacialmente no inverno?
  • Varie um pouco! Aaia da rotina de vez em quando. Varie o caminho para o trabalho, varie de restaurante.
  • Tente comer alimentos mais leves, quente e secos. Dê um tempo no macarrão aos quatro queijos!
  • O que mais? Observe sua rotina e veja o que está a favor ou contra a manutenção do seu equilíbrio. Você preceberá que apenas com um pouco de consciencia no que fazemos, podemos promover grandes mudanças na nossa vida.

O mais importante, e isso vale para todos, Vata, Kapha ou Pitta: Saia do piloto automático!

E aí, um kapha (equilibrado, claro!) não é fofo? Eu, pessoalmente, sou fã dos kaphas. Não que esta seja minha contituição dominante, mas tenho amigos queridos e fantásticos do tipo kapha!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s